Brasil e EUA assinam acordo para facilitar comércio bilateral

Os governos do Brasil e dos Estados Unidos assinaram em outubro o Protocolo ao Acordo de Comércio e Cooperação Econômica Bilateral (ATEC, do inglês "Agreement on Trade and Economic Cooperation"). O Protocolo cria compromissos para reduzir custos e demoras burocráticas, facilitando o comércio entre as nações.
 
Embora criado em 2011, o ATEC foi ativado somente em 2019, durante as visitas dos atuais presidentes do Brasil e dos EUA. Uma das suas principais vantagens é o seu formato bilateral. Ele inclui somente as duas nações, permitindo agilizar e facilitar o entendimento entre as partes.
 
O Anexo I do Acordo aborda procedimentos aduaneiros e administrativos. Ele beneficia importações com redução de burocracia, custos e tempo. Segundo cálculos da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), reformas como essa podem reduzir os custos das operações comerciais em até 14,5%.
 
Para aumentar seu alcance, o Acordo prevê facilitar o comércio não apenas nas autoridades aduaneiras, como também em autoridades governamentais que atuam no processo. Há também compromissos para aquisição de tecnologia digital e instalação de processos tecnológicos que reduzam o tempo gasto com burocracia.
 
O Acordo facilita importar dos EUA, um dos parceiros comerciais mais importantes do Brasil. Segundo dados do ComexStat, portal do Ministério da Economia, os EUA são o segundo maior polo de importação brasileira, ficando atrás somente da China. Surge, dessa forma, potenciais oportunidades para importadores brasileiros explorarem mercados concorrentes e alternativos.
 
Com a WM Trading, sua empresa encontra recursos avançados para aproveitar oportunidades como essa. Somos especialistas em importação, com anos de experiência no setor. Empregamos planejamento sofisticado em todas as etapas da importação, sempre em busca das melhores soluções. Conheça nossos cases de sucesso.
 
WM Trading, inovação e excelência em comércio internacional.