Cresce no Brasil importação de fertilizantes

O Brasil bateu recorde em 2019 de importações de fertilizantes. Segundo a Secretaria de Comércio Exterior (Secex), as compras alcançaram nesse ano o topo de 31 milhões de toneladas, evoluindo 5% em relação a 2018.
 
Esse aumento de importações foi possível graças à estabilidade no setor agrícola nos últimos dez anos. As únicas reduções ocorreram durante períodos de seca em algumas regiões específicas. Os principais fornecedores de fertilizantes foram China, Rússia e Marrocos.
 
De acordo com a Associação de Misturadores de Adubo do Brasil (AMA), a safra de 2020 será certamente maior do que a de 2019. Não há riscos de anormalidade no setor agrícola. O produtor está bem capitalizado, e as commodities estão com preços internacionais adequados.
 
A importação de fertilizantes é uma forma de acessar produtos com pouca oferta no país. A produção nacional dispõe de poucos produtores e enfrenta muitas exigências ambientais. O comércio exterior permite superar esse gargalo, acessando o melhor do fornecimento no mercado internacional.
 
Apesar dessa necessidade, importar fertilizantes demanda alto planejamento. É preciso lidar com regras complexas de segurança, exigidas por agências técnicas e sanitárias. Ao importador, é melhor que esse trabalho seja feito por uma gestão profissional.
 
Para essa gestão, a WM Trading oferece anos de prática em planejamento de importações. Conhecemos de perto exigências de normas como a da Anvisa e do Ministério da Agricultura. Aplicamos planejamento em todas as etapas, desde a logística até a nacionalização. Conte com a WM para importar com preparo e qualidade adequados.


WM Trading, qualidade e excelência em comércio exterior.

Matérias Relacionadas

Ops! Ainda não existe item cadastrado